quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Prestadores e adquirentes de mão-de-obra na agricultura



Quem posso contratar?
Prestadores e adquirentes de mão-de-obra na agricultura
No âmbito do Contrato Local de Segurança realizou-se no dia 26 de outubro, no Cineteatro Municipal de Serpa, uma sessão de esclarecimento sobre a contratação de trabalhadores para as campanhas agrícolas.

Fruto de uma parceria do Município de Serpa e do Ministério da Administração Interna, contou com a participação das Juntas de Freguesia, da Guarda Nacional Republicana, do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, da Autoridade para as Condições do Trabalho e da Associação para o Planeamento da Família – Alentejo.

A iniciativa dirigida a proprietários, cooperativas e empresários, esteve aberta a todos os interessados e abordou os cuidados a ter com a contratação de imigrantes, as diferenças entre contratar cidadãos da União Europeia e de fora da União Europeia, as implicações da subcontratação através de empresas de trabalho temporário, a faturação fraudulenta e medidas a adotar para prevenção de furtos e outros crimes durante as campanhas agrícolas.

No âmbito do Contrato Local de Segurança está também agendada uma sessão de esclarecimento em Pias, no dia 3 de novembro, às 19h00, no Salão Polivalente, focada na sinalização e prevenção do tráfico de seres humanos.

fonte: camara municipal de serpa

Cante Fest` 2016



24 a 27 de novembro
Cante Fest` 2016
De 24 a 27
Serpa/Lisboa
Programa brevemente disponível
Org: Câmara Municipal de SerpaCante Alentejano

Cante Alentejano
Dois Anos como Património Mundial
2014-2016


O Cante Fest’ é cada vez mais o grande palco do Cante Alentejano.
Na sua edição de 2016, de novo a realizar-se entre Lisboa e Serpa, dá-se o primeiro passo para a implementação de uma Feira do Património Cultural Imaterial e do Cante Alentejano, procurando que aqui estejam representados todos os ranchos e grupos corais, produtores de vinho e promotores turísticos.
O Cante Fest’2016 abrirá, no dia 24 em Lisboa, na Casa do Alentejo, com uma sessão oficial e a inauguração de uma exposição de fotografia no Pátio Árabe, o espaço icónico onde todos os ranchos e grupos corais são fotografados quando vão a Lisboa desde a década de 1930.
No dia 25, sexta-feira, o Cante Fest’ virá para Serpa e o seu palco será o Pavilhão de Feiras de Serpa, que em três grandes áreas continuará a festejar a história, o presente e o futuro do Cante Alentejano.
No Espaço Expositivo, estará representado o movimento coral alentejano, onde cada rancho ou grupo coral poderá, individualmente, promover-se quer no Cante quer enquanto grupo, os produtores de vinho do Município de Serpa e promotores turísticos. Um espaço dedicado à promoção e valorização do património cultural imaterial e vendo este como potenciador da criação de uma economia que crie sustentabilidade para o Cante Alentejano, para o movimento coral e para o território.
No Espaço Institucional estarão representadas todas as instituições que importam para o Cante Alentejano. Aqui também será o espaço onde decorrerão todas as sessões, mesas redondas e exposições.
No Espaço Tasquinhas, a eno-gastronomia associada ao Cante Alentejano será acompanhada com a mostra de todo o universo musical do Cante Alentejano: o Cante tradicional, o que associa a si instrumentos musicais, as novas experiências, as fusões e aquele que emerge dos novos projetos escolares.
O Cante Fest’2016 será também o momento para apresentar o projeto, da autoria do Mestre-Escultor José Teixeira, de uma medalha e de uma escultura comemorativa do Cante Alentejano enquanto património mundial.


Paulo Lima

fonte camara municipal de serpa

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

História e gastronomia são ex-líbris de Serpa.

História e gastronomia são ex-líbris de Serpa.
Esta cidade alentejana tem queijo de origem demarcada e aposta forte na preservação dos produtos e tradições culturais da região.



Por estar próxima da fronteira, Serpa fez parte da sua história ao sabor dos conflitos militares. Hoje encontramos uma terra de património, cultura e casa de alguns do melhores produtos alentejanos. Ao passear pela cidade não se pode ficar indiferente a alguns monumentos relevantes e que contam parte desse caminho até aos dias de hoje. Dedique a manhã a descobrir o Aqueduto, o Castelo ou a Torre do Relógio, imagens de marca de Serpa. Estima-se que estas terras sejam povoadas desde antes do domínio do Império Romano. Em 1166 foi conquistada aos Mouros por D. Afonso Henriques, tendo sido perdida por várias vezes nas constantes lutas da Reconquista. Foi constituída como concelho por D. Dinis, que também mandou reconstruir o castelo e as muralhas, em 1295. Em 1513, recebe foral de D. Manuel que, antes de ser rei, tinha sido senhor de Serpa. Conhecida também pelo queijo de origem demarcada, Serpa foi elevada à categoria de cidade em 2003. Além do famoso queijo Serpa há os vinhos, o azeite ou os enchidos que pode encontrar nas cartas dos restaurantes da cidade, como ‘O Alentejano’, a ‘Adega Regional Molhó Bico’ ou o ‘Pedra de Sal’, mas a opção não se esgota nestes nomes. Bem se sabe que no Alentejo se come bem em qualquer esquina. Pode iniciar a sua descoberta a partir da praça da República – centro social e coração de Serpa. As próximas horas devem ser passadas no Museu do Relógio, onde vai encontrar mais de 2300 exemplares datados desde 1630 até ao séc. XXI. Só abre de tarde. Sendo terra fortemente ligada à cultura – recordemos que foi berço de Nicolau Breyner – visite ainda a Casa do Cante, um projeto vocacionado para a salvaguarda da arte reconhecida como património cultural imaterial da humanidade pela UNESCO. E se tiver a garganta seca de tanto cantar, pode sempre passar o final do dia na ‘Cervejaria Lebrinha’. Fica na rua do Calvário e há quem diga que tem a melhor imperial do País. 

Fonte: Correio da Manhã

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Requalificação do Mercado Municipal de Serpa


Aprovada proposta do projeto
Requalificação do Mercado Municipal de Serpa
A Câmara Municipal de Serpa, em reunião realizada no dia 12 de outubro, aprovou a proposta do projeto de execução para a requalificação do Mercado Municipal de Serpa, com um custo estimado de 727.672,37€ (mais IVA) e um prazo previsto de execução de 12 meses.
Condicionado ainda aos obrigatórios pareceres das entidades externas e aos planos complementares, vai ser aberto o concurso público para a execução da empreitada, cujo contrato terá que obter o visto do Tribunal de Contas, pelo que só depois de este processo estar concluído a obra poderá ter início.
Esta intervenção visa uma valorização global do mercado, solucionando as debilidades do atual edifício e melhorando as condições de funcionamento dos espaços comerciais.
A requalificação e refuncionalização do Mercado Municipal de Serpa é uma das intervenções prioritárias no quadro de investimentos previstos no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Serpa (Alentejo 2020), cujo contrato foi assinado a 31 de maio passado e que tem como objetivo geral “robustecer o Centro Histórico de Serpa, através do reforço da sua atratividade económica, turística e demográfica e do incremento da sua coesão funcional e social”.

fonte camara municipal de serpa

Município de Serpa reduz IMI


redução de encargos fiscais
Município de Serpa reduz IMI
A Câmara Municipal de Serpa vai continuar a reduzir a taxa de Imposto sobre Imóveis (IMI) de 0,34% em 2016 para 0,32% em 2017.
Para além da taxa relativa aos Prédios urbanos descer para 0,32% (quando a lei estipula um máximo de 0,45%), foi igualmente aprovada a redução da taxa em 50% para os imóveis classificados como de Interesse Público, de valor municipal ou património cultural. Os prédios urbanos degradados contam com uma majoração em 30% da taxa de IMI, à semelhança dos anos anteriores.
O Município de Serpa pretende deste modo reduzir os encargos fiscais no concelho e fomentar a preservação do património e a revalorização urbana no Centro Histórico de Serpa.
A descida do IMI vai representar uma diminuição da receita municipal estimada em 78.800 euros. A proposta foi aprovada pela Assembleia Municipal na sessão realizada no dia 29 de setembro.

fonte camara municipal de serpa

Intervenções no Parque de Campismo

Investimento nos equipamentos municipais
Intervenções no Parque de Campismo
O Parque de Campismo Municipal de Serpa está a ser alvo de obras de beneficiação e de requalificação, com o intuito de proporcionar uma estadia com mais conforto e bem-estar aos utilizadores deste equipamento.
As intervenções incluem o arranjo do muro e da vedação circundante, a renovação da sinalética existente, a beneficiação dos balneários e do espaço para refeições. Na requalificação paisagística destaca-se o reforço da arborização, com a colocação de arbustos e árvores de médio e grande porte.
Estas melhorias vêm dar resposta às solicitações e necessidades dos utilizadores deste equipamento que regista uma procura bastante elevada, sobretudo nos meses de verão.
O Parque de Campismo, existente desde o início da década de 80, conta com uma excelente localização no interior do espaço urbano e encontra-se bem servido de equipamentos complementares na sua periferia.

Fonte Camara Municipal de Serpa

terça-feira, 18 de outubro de 2016

VI Rota do Pulo do Lobo 2016 - Santa Iria Bike Team

Realizou-se no dia 9 de Outubro a VI Rota do Pulo do Lobo ( Santa Iria - Serpa ), organização da equipa de Btt Santa Iria Bike Team. Contou com a participação de 220 atletas que tinham como opção Meia- Maratona ( 40 km ) e Maratona ( 60 km ). A destacar o vencedor da Meia - Maratona Portugûes Filipe Costa Martins ( Team Abilio Bike Shop ) com um tempo de 1,26 horas e na Maratona para o Espanhol Nacho Blanco Marquez ( Scott Sportbici ) com tempo de 2,10 horas. Como notas finais referir que se deslocaram até Santa Iria uma pequena localidade do concelho de Serpa atletas oriundos de vários Regiões do País e que consideraram a organização como excelente
( Bom Pequeno Almoço, Almoço, Marcações percurso, Single Track , Banhos e Paisagens deslumbrantes ), ficando a promessa de voltar para a VII Edição da Rota do Pulo do Lobo.